Coral Ribeirão de Areia

O Coral Ribeirão de Areia foi criado em 2011, reunindo jovens da comunidade rural de Ribeirão de Areia, no município de Jenipapo de Minas.

Ao identificar a vocação musical da comunidade, a AJENAI convidou os músicos e atores  Denner Pinheiro, Grace Matos e Diêgo Alves para oferecer uma oficina de expressão vocal e corporal com jovens e crianças daquela comunidade. Nascia assim a primeira formação do Coral Ribeirão de Areia.

Ao longo dos anos o grupo participou de diversas formações, intercâmbios e festivais, o que possibilitou o desenvolvimento  de diferentes habilidades, bem como a vivência das manifestações culturais da região.

 

Hoje os integrantes cantam, tocam violão, flauta, percussão e pandeiro; declamam, encenam e até compõem - a música “Juntos um Coral”, que faz parte do repertório do grupo, foi composta por Karen Antônia, membro do coral.

Diversos  profissionais contribuíram na formação do grupo durante sua caminhada, como Adelsin, Yuri Hunas, Viviane Fortes, dentre outros. Atualmente os músicos Dêner Pinheiro e Grace Matos mantêm o acompanhamento do trabalho, reconhecendo-se também como Coral Ribeirão de Areia.

O grupo, que a princípio era formado somente por jovens e crianças, passou por mudanças naturais com o crescimento das crianças e a entrada de novos integrantes, incluindo as mães de alguns participantes.

Aos poucos, a partir do reconhecimento do trabalho, foram chegando os convites para a apresentação em outras regiões e Estados.

 

Foto: Franklin Caldeira dos Santos

Pesquisa de cantigas locais

No início, o repertório era composto sobretudo por canções de compositores mineiros consagrados, do Vale do Jequitinhonha e também de outras regiões do Estado como Luciano Tanure, Josino Medina, Maurício Tizumba, Sérgio Pererê, Lô e Márcio Borges e Fernando Brant.

Aos poucos e a partir das vivências com os grupos de manifestação da cultura popular da região,  os integrantes do coral passaram a ampliar o olhar para o seu entorno.  O grupo começou então a pesquisar as canções populares locais, e a incluir  no repertório cantigas da rica tradição do Vale do Jequitinhonha, aprendidas com as pessoas mais velhas da própria comunidade e de comunidades vizinhas.

A partir dessas pesquisas, passaram a ter como missão o fortalecendo e a valorização da cultura popular tradicional da comunidade e da região.

Atualmente, o grupo está trabalhando na criação de um novo espetáculo, ampliando sua pesquisa para outros municípios do Vale do Jequitinhonha.

Adquira o álbum e contribua para

a continuidade desse projeto

Em 2015, o Coral Ribeirão de Areia gravou seu primeiro CD. O álbum traz canções de compositores do Vale do Jequitinhonha e de Minas Gerais. A primeira faixa - Juntos, um coral - foi composta pela jovem Karen Antônia, integrante do coral.

Ao adquirir o álbum,  você contribui para a criação do próximo repertório, inteiramente dedicado às cantigas locais.

 

Contexto

O Vale do Jequitinhonha tem uma cultura musical muito rica e diversificada.

 

A música está presente na convivência social, nos cantos de trabalho e nas celebrações religiosas.

 

É uma música acompanhada de movimento/dança e acontece em roda e em fileiras/cortejos.

 

A microrregião onde está situada a comunidade do Ribeirão de Areia tem uma musicalidade sensível ligada às cantigas de roda e às danças do nove, vilão e caboclinhos. As pessoas cantam com uma colocação própria do sertão, geralmente em duas vozes.

Fotos abaixo: Rinaldo Martinucci e Raquel Galiciolli

Foto: Rinaldo Martinucci

Para ter um gostinho, você pode ouvir até 30 segundos de cada música.

AJENAI

Associação Jenipapense de Assistência à Infância 


 

Telefone:  + 55 33 37389081

Endereço: Rua Padre Willy, nº 278 Jenipapo de Minas /MG

CNPJ: 03235662/0001-39

Receba as novidades da AJENAI por e-mail

© 2020 AJENAI | Política de Privacidade