A AJENAI, associação civil sem fins lucrativos ou econômicos, atua no desenvolvimento de projetos sociais que visam proporcionar melhoria na qualidade de vida de crianças, adolescentes,  jovens e seus familiares em situação de risco social e econômico, moradores de comunidades rurais do Vale do Jequitinhonha.

Quem somos

 

Missão

Promover transformação  social a partir da valorização da cultura e dos saberes locais.

Foto: Érica Rianni

Foto: Érica Rianni, Livia Reheby, Rinaldo Martinucci

Histórico

  • Animadores Comunitários foi o primeiro programa implementado pela AJENAI,  contando com cerca de 50 voluntários preparados  para acompanhar as famílias  na prevenção e no combate à desnutrição e no cuidado, na orientação de prevenção de doenças, de alimentação saudável, de consumo de água potável, da freqüência escolar, da convivência familiar, do planejamento familiar, entre outros.

  • Implementou o programa de Apadrinhamento de Crianças do ChildFund Brasil - Fundo para Crianças, e formou o grupo de Apoio ao Vínculo das Crianças com os Padrinhos, composto por jovens das comunidades. Além de apoiar na troca de correspondências entre os afilhados e padrinhos, esses jovens participavam de formações sobre temáticas de relevância para o desenvolvimento integral dos mesmos. 

  • A partir dos diagnósticos das lideranças comunitárias, novas ações foram sendo realizadas em resposta às demandas de primeira necessidade das comunidades:

    • ​Estímulo à agricultura familiar com orientações e apoio para a produção de hortaliças e frutíferas.

    • Construção de pequenas represas e caixas coletoras de água da chuva para o consumo humano e de animais.

    •  Construção de casas de farinha, entre outros.

    • Construção e reforma de casas e de sanitários.

    • Repasse de cestas básicas e de medicamentos (mediante receita médica).

    • Apoio aos estudantes com material, uniforme e reforço escolar.

    • Atendimento Odontológico preventivo e curativo.

    • Acompanhamento Pediátrico para as crianças em desnutrição.

  • Ainda no ano 2 mil,  a AJENAI implantou em parceria com o ChildFund Brasil - Fundo para Crianças o programa Casinha de Cultura, concebido pelos consultores em projetos sócio-culturais Viviane Fortes e Adelsin. Tendo como objetivo o fortalecimento da cultura da infância e da identidade cultural das comunidades, foram implantadas duas Casinhas de Cultura em comunidades rurais do município que proporcionaram a identificação de saberes preciosos escondidos como:  terços cantados, rezas, benzeções, cantigas de roda, danças tradicionais como Batuques, Vilão, Nove, etc;  foliões, brincadeiras, brinquedos construídos com materiais da natureza, histórias, parteiras, raizeiros(as), conhecedores de plantas etc. 

  • Aos poucos, a AJENAI foi  se transformando em uma grande Casinha de Cultura, inserindo em todas as suas ações os princípios e as descobertas que esse programa proporcionou.

 

  • Ainda com o programa Casinhas de Cultura, a AJENAI foi contemplada com o prêmio Itaú Unicef – 2007, e semifinalista do mesmo prêmio em 2013.  Tornou-se Ponto de Cultura pelo Governo de Minas Gerais, recebeu o prêmio Pontinhos de Cultura e foi selecionada em três Edições do Fundo Estadual de Cultura.​

​​

  • Criou programas de convivência para jovens como karatê (tendo uma jovem medalhista brasileira); capoeira; futebol; dança; circo; canto e coral; informática.

​​

  • Em 2009, a AJENAI criou a primeira Mostra Cultural de Jenipapo de Minas, um evento que acontece há dez anos na praça da Matriz da cidade, importante espaço para expressão, formação e fortalecimento dos grupos artísticos e culturais acompanhados pela AJENAI. 

  • Com a melhoria das condições de vida na região, a AJENAI passou a implementar programas do ChildFund Brasil - Fundo para Crianças   com foco na defesa de direitos, como:

    • Terapia Comunitária

    • REJUDES

    • GOLD

    • Aflatoun

    • Olhares em Foco

    • Brincando nos Fortalecemos 

​​

  • Em 2014, a AJENAI lançou o projeto “Fortalecimento de Vínculos” em parceria com  a Província Brasileira da Congregação da Missão, tendo os consultores Adelsin e Viviane Fortes como coordenadores do projeto. Esse trabalho se iniciou com o grupo de mulheres da comunidade do Curtume e que resultou no grupo das Bordadeiras do Curtume.

 

  • Muitas outras ações se sucederam como  intercâmbios e articulações. Vieram ainda os 
    projetos Presépios Pipiripapo; Intercâmbio da Saúde e Mulheres do Jequitinhonha. 

Equipe técnica 

Elisângela Pedroso

Coordenadora

Zenith Lima

    Auxiliar Administrativo

    Kennedy Leite

      Educador social

      Diretoria

      • Presidente: Kátia da Costa Santos Ferreira

      • Vice-presidente: Sueli Rodrigues Ramos Guimarães

      • Tesoureira: Maria Aparecida Moreira

      • 2˚ tesoureira: Valdelete Leite Rabelo

      • 1˚ secretária: Silvana Ferreira Guimarães

      • 2˚  secretária: Maria Idalina Rocha

      Conselho Fiscal

      • Titular: Maria Valdete Ferreira de Sousa

      • Titular: José Luiz Moreira

      • Titular: Maria Aparecida Moreira

      • Suplente: Maria Da Aparecida Sousa

      • Suplente: Adriana Leite da Costa

      • Suplente: Rosângela Santana Oliveira Jesus

      Nalva Souza

      Educadora social

      Letícia Santos

        Educadora social

        Marco Aurélio  Lopes

          Educador social, professor de Karatê

          AJENAI

          Associação Jenipapense de Assistência à Infância 


           

          Telefone:  + 55 33 37389081

          Endereço: Rua Padre Willy, nº 278 Jenipapo de Minas /MG

          CNPJ: 03235662/0001-39

          Receba as novidades da AJENAI por e-mail

          © 2020 AJENAI | Política de Privacidade