Versinhos de Bem-Querer

Em março de 2020, no  início da pandemia do COVID 19 no Brasil, a AJENAI lançou o projeto Versinhos de Bem-Querer - uma ação emergencial  que tinha como intuito, num primeiro momento, levantar fundos para ajudar a mitigar os efeitos da pandemia junto a oito comunidades rurais no Vale do Jequitinhonha. Além de arrecadar recursos, o projeto tinha como proposta levar a cultura dos versos cantados do Vale para todo o Brasil, espalhando bem-querer e poesia em um momento tão difícil da vida das pessoas.

Como funciona:

As pessoas podem comprar um versinho pelo site do projeto, por apenas 26 reais. Uma jogadora de versos do Vale do Jequitinhonha irá então gravar o versinho cantado, que será enviado por WhatsApp para o comprador. Ao receber, a pessoa poderá em seguida presentear quem ela quer bem com o versinho personalizado.

Visite o site do projeto: www.versinhos.com.br

OS RESULTADOS

  • Em 7 meses, mais de 4.600 versinhos foram encomendados, levando a poesia e a delicadeza da cultura do Vale do Jequitinhonha para todo o Brasil.

  • O projeto foi eleito uma das TOP 30 iniciativas no enfrentamento da epidemia do COVID-19 no Brasil, garantindo o prêmio de Empreendedor Social do Ano em resposta à Covid-19 às coordenadoras de projetos da AJENAI Viviane Fortes e Elisângela Pedroso.

  • Através do projeto, a AJENAI pôde arrecadar 115 mil reais, que foram distribuídos da seguinte maneira:

    • 20% do valor total foram repassados para as oitos comunidades rurais , a saber: 

      • Tocoiós e São João de Baixo, no município de Francisco Badaró

      • Curtume e Ribeirão de Areia, no município de Jenipapo de Minas

      • Poções, Moça Santa, Alves e São João dos Marques, no município de Chapada do Norte.

    • 35% do valor total foram investidos em projetos de geração de renda: formação online para o plantio do algodão agroecológico, inclusão do grupo Mulheres da Ponte no projeto Mulheres do Jequitinhonha, desenvolvimento de uma coleção de peças com as Tecelãs de Tocoiós, entre outros.

    • 10% foram usados para remunerar as jogadoras de verso pelo trabalho de cantar os versinhos para o projeto.

    • 26% foram destinados a arcar com os custos do próprio projeto.

    • 8% é o fundo de reserva que temos guardado caso as famílias precisem de apoio durante a epidemia (compra de remédios, transporte para hospital etc.)

entre março e novembro de 2020

AJENAI

Associação Jenipapense de Assistência à Infância 


 

Telefone:  + 55 33 37389081

Endereço: Rua Padre Willy, nº 278 Jenipapo de Minas /MG

CNPJ: 03235662/0001-39

Receba as novidades da AJENAI por e-mail

© 2020 AJENAI | Política de Privacidade